terça-feira, 18 de dezembro de 2012

COISAS DE ALICIA

Ontem ganhei de presente do meu filho, alguns momentos da tarde com minha neta Alicia, o que sempre é muito prazeroso para mim. Logo que desse do carro gritava “vovó cheguei” trazia agarrado a seu corpinho e entre os braçinhos um lindo castelo de cor de rosa, com algumas miniaturas dentro. Tinha Príncipes, Princesas, arvore de natal, portais, um monte de bojingangas. Sem munição de contra partida, fui improvisar os meus brinquedos, catei um ursinho de pelúcia que ela mesma me deu de presente cheia de chocolates na Páscoa, alguns biscuits, mine copos de cor rosa da Tupperware, medidor de bolo, enfim, um monte de tranqueiras. Antes de a brincadeira começar estávamos sentadas no sofá e ela toda manhosa encostou-se ao meu peito e diz: Vovó você é minha melhor amiga! Ai já viu né? Não preciso dizer mais nada, só lhe enchi de abraços e beijos. Lá pelas tantas, depois de inventar historinhas, festa de casamento, muito bolo, brigadeiro, carruagens onde os personagens éramos nós mesmo da família falei: Entrou pelo pé do pinto e saiu pelo pé do pato, o Príncipe lhe manda dizer que contasse mais quatro. Ela indócil, porque a historinha havia terminado diz: merda porra, merda porra! Eu morrendo de vontade de explodir na risada lhe respondi: Olha fica muito feio uma mocinha linda como você dizer palavrões, mamãe e papai não vão deixar mais você vir à casa de vovó pra brincar com ela, pois vão dizer que aqui você fica dizendo essas besteiras, e ela retrucou: tá certo vovó, então eu disse só porreta viu?...

Um comentário: